O que é BIM e como funciona na Dimas?

Dentre todas as novas tecnologias que estão sendo implementadas na Dimas, uma das que mais impacta na construção e no ciclo de vida de um edifício é o BIM, neste post explicaremos um pouco o que é e como este processo melhora a qualidade de um projeto.

Adriel e Larissa apresentam como funciona o BIM na Dimas Construções

A construção de uma edificação é composta por diversas disciplinas: arquitetura, estrutura, preventivo contra incêndio, elétrico, hidrossanitário, entre outras. Estas previamente são projetadas e geram plantas baixas e cortes para a execução do empreendimento. Nosso trabalho é integra-las e executa-las de maneira precisa. Entretanto, no processo convencional esta documentação é feita por desenhos 2D, aumentando consideravelmente as divergências de informações.


Disciplinas modeladas em um projeto BIM. Imagem concedida pela Autodesk

O BIM, Building Information Modeling, traduzido como Modelagem da Informação da Construção, surge para integrar todas estas partes, construindo virtualmente o edifício e prevendo as interferências que poderiam ser encontrados na obra.

Esta construção é baseada em objetos virtuais inteligentes com informações sobre si e sobre os objetos com os quais relacionam-se. As informações contidas no objeto podem ser geométricas, sobre prazos, custos ou materiais, mas o principal fato é que está concentrada em um único local com acesso de todas as partes.

Estágios do BIM, desde antes até o IPD (Integrated Project Delivery)

Com toda essa informação inserida no modelo BIM, é possível fazer análises técnicas, explorar possibilidades e simular cenários, fazer a compatibilização entre as disciplinas, calcular custos, planejar e gerenciar um edifício. O BIM também atende todos os segmentos da construção civil, passando por todas das fases desde a concepção do projeto, passando pelas etapas de análises, planejamento, manutenção e até a demolição do edifício.

Com o BIM, no futuro poderemos visualizar o apartamento antes de ser construído com auxílio de Realidade Aumentada e Realidade Virtual, além de ter também a especificação dos materiais e revestimentos utilizados, acompanhar as etapas em andamento na obra, precisão no mapeamento das tubulações, entre outras infinidades de recursos que serão possíveis graças a implementação dessa nova tecnologia.
A modelagem em BIM também faz diferença na execução do projeto, já que o uso de um projeto tridimensional possibilita visualizar com mais detalhes a edificação, eliminação de interferências entre as disciplinas, maior precisão na execução e na quantificação dos elementos, isto tudo ajuda na redução de gastos na obra.


Uso da Realidade Virtual para imersão no projeto.

BIM agora é lei no Brasil: o governo brasileiro estabeleceu, através do Decreto nº 9.377, que até janeiro de 2021 os modelos deverão ser utilizados para detecção de interferências, extração de quantitativos e geração de documentos gráficos.

BIM não é um software, é uma forma de trabalho inovadora e disruptiva que integra todos os participantes do projeto de forma mais otimizada, por isso a implementação do BIM fez tanto sentido para o Dimas.

Para mais informações acesse a Plataforma BIM BR da ABDI (Associação Brasileira de Desenvolvimento Industrial) em parceria com o Governo Federal. E também a coletânea BIM da CBIC (Câmera Brasileira da Indústria da Construção).


O projeto BIM evolui a cada dia dentro da Dimas. Quer entender mais? Acompanhe nossas redes sociais @dimasconstrucoes